Caminho Nascente

Cuba < > Viana do Alentejo

Etapa 7

Começamos esta etapa na Rua de Serpa Pinto, junto à estátua de Cristóvão Colombo. No fim da rua, na rotunda, seguimos à direita na Estrada da Circunvalação para a saída da vila. Pelo caminho em terra batida, seguimos em frente, 2,1 km. Infelizmente, não é possível seguir pela antiga Via Romana, que agora é atravessada por herdades privadas. No entroncamento, viramos à esquerda mais 2,4 km. Após as habitações, o Caminho faz-se pela esquerda, que encontramos no fim uma estrada regional. Seguimos curtos metros para a direita, para entrarmos no primeiro caminho na berma esquerda.

Avançamos sem desvios até avistarmos um canal de rega, que atravessamos numa pequena ponte. Seguimos em frente 4,8 km, escolhendo a esquerda do caminho principal, no único cruzamento. Avistamos, na estrada 258-1, uma ermida. É junto à Ermida de Nossa Senhora da Represa que fazemos uma pequena pausa. Aproveitamos, e por um desvio de 200 m, no sentido de Cuba, conhecemos as ruínas da antiga barragem romana.

Uma antiga represa onde ainda se pode observar a solidez e funcionalidade características da arquitetura romana. Regressamos ao Caminho, com mais energias para fazer os 2 km até Vila Ruiva.

Entramos no lado sul pela N258 e conhecemos a pequena vila, os seus habitantes simpáticos e a sua longa história. Continuamos em direção à placa que indica Alvito.

Antes de partir, abastecemos e provamos o famoso café com cheirinho, a aguardente regional, no Café Central de Vila Ruiva. Fazemos esta parte do Caminho pela estrada nacional 258-1, por mais 4,7 km, e transpomos a ponte sobre a Ribeira de Odivelas. Depois da ponte, subimos à esquerda para a estrada de terra, onde passamos por baixo da ponte e seguimos 1,3 km. De seguida, pela direita, percorremos caminho por terra batida até chegarmos a Alvito. Seguimos pela Rua do Espírito Santo, admiramos o grandioso Castelo de Alvito, e pela Rua das Fábricas saímos da vila, por entre campos verdes e oliveiras. Viramos na primeira à direita e seguimos o Caminho de terra batida por 5,6 km.

Chegamos a Água de Peixe por estrada de alcatrão, onde se encontra o Solar de Água de Peixe, altiva casa nobre com capela do século xv, de estilo mudéjar. Continuamos o Caminho pela direita,onde o alcatrão dá lugar ao percurso de terra, que após 5,1 km nos leva até Viana do Alentejo, no sopé da serra. Percorremos a N257 e a Rua da Amendoeira e chegamos a esta antiga vila.

Distância 29 km


Altitude máxima 276 m


Altitude mínima x


Subida acumulada 502 m


Descida acumulada -429 m


Duração 8h15m


Dificuldade (0-5) 4

Dicas

Leve sempre água, mantimentos,protetor solar, chapéu, impermeável, calçado confortável e um mapa.

Apoio

 CTT

 Banco / ATM

Posto de Turismo de Viana do Alentejo
+351 266 930 010

Táxi Manuel José Quaresma Esteves

Entidades Municipais

 Câmara Municipal de Viana do Alentejo
+351 266 930 010

 Junta de Freguesia de Aguiar
+351 266 930 863

 Junta de Freguesia de Viana do Alentejo
+351 266 953 317

Saúde

Centro de Sa.de de Viana do Alentejo
+351 266 930 050

Extensão de Saúde (Aguiar)
+351 266 791 278

 Farmácia

Pontos de Interesse

 Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção

 Santuário de Nossa Senhora D’Aires

 Anta do Zambujeiro

 Castelo de Viana do Alentejo

 Ermida de Nossa Senhora da Piedade

 Ermida do Senhor Jesus do Cruzeiro

 Chafariz da Cruz

 Fonte de Nossa Senhora D’Aires

 Fonte dos Escudeiros

 Olaria Tradicional de Viana do Alentejo

 Portais Manuelinos
no núcleo urbano antigo de Viana

CONTACTOS ÚTEIS

Emergência: 112
Incêndios Florestais: 117
Bombeiros Voluntários de Viana do Alentejo: +351 266 953 123
Guarda Nacional Republicana: +351 266 953 126
Serviço Municipal de Proteção Civil: +351 967 259 905 (24h)

CÓDIGO DE CONDUTA

Não saia do percurso marcado e sinalizado. Não se aproxime de precipícios. Preste atenção às marcações. Não deite lixo orgânico ou inorgânico durante o percurso, leve um saco para esse efeito. Se vir lixo, recolha-o, ajude-nos a manter os Caminhos limpos. Cuidado com o gado, não incomode os animais. Deixe a Natureza intacta. Não recolha plantas, animais ou rochas. Evite fazer ruído. Respeite a propriedade privada, feche portões e cancelas. Não faça lume e tenha cuidado com os cigarros. Não vandalize a sinalização dos Caminhos.